Mural Franciscano com as noticias do Caminho!

Em destaque

Etiquetas

, ,

Clique na imagem e confira as atualizações da nossa Caminhada Franciscana na página de nosso Twitter! 

Twitter Franciscano

«É necessário que Ele cresça e eu diminua» ( Jo 3,30)

Etiquetas

,

«É necessário que Ele cresça e eu diminua» ( Jo 3,30)

O nascimento de João e o de Jesus, e depois a Paixão de cada um, marcaram a diferença entre eles. Com efeito, João nasce quando o dia começa a diminuir; Cristo, quando o dia começa a crescer. A diminuição do dia no caso do primeiro é um símbolo da sua morte violenta; o crescimento do dia no caso do segundo é um símbolo da exaltação da cruz.

O Senhor revela também um sentido secreto […] desta palavra de João acerca de Jesus Cristo: «É necessário que Ele cresça e eu diminua.» Toda a justiça humana […] se consumara em João, acerca de quem dizia a Verdade: «Entre os filhos das mulheres, não surgiu nenhum maior do que João Baptista» (Mt 11,11). Nenhum homem teria, pois, podido ultrapassá-lo; mas ele era apenas um homem. Ora, na graça cristã, pede-se-nos que não nos glorifiquemos no homem, «mas se alguém se glorifica que se glorifique no Senhor» (2Cor 10,17): o homem no seu Deus; o servo no seu senhor. É por este motivo que João exclama: «É necessário que Ele cresça e eu diminua.» Claro que Deus não diminuiu nem aumentou em Si mesmo, mas nos homens; pois à medida que progride o verdadeiro fervor, a graça divina cresce e o poder humano diminui, até que chegue à sua conclusão o reino de Deus, que está em todos os membros de Cristo, e no qual toda a tirania, toda a  autoridade, todo o poder estão mortos, e Deus é tudo em todos (Col 3,11).

João, o evangelista, diz: «Ele era a verdadeira luz, que ilumina todo o homem vindo a este mundo» (1,9); por seu lado, João Baptista declara: «Nós recebemos tudo da sua plenitude» (Jo 1,16). Quando a luz, que é em si própria sempre total, cresce em quem por ela é iluminado, esse diminui em si mesmo, à medida que se vai abolindo nele o que estava sem Deus. É que o homem sem Deus nada pode, a não ser pecar, e o seu poder humano diminui quando triunfa a graça divina, destruidora do pecado. A fraqueza da criatura cede ao poder do Criador e a vaidade dos nossos afectos egoístas dissolve-se diante do amor universal, enquanto João Baptista nos grita, do fundo da nossa angústia, a misericórdia de Jesus Cristo: «É necessário que Ele cresça e eu diminua.»

Paz e Bem!

Fonte: Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona (norte de África), doutor da Igreja
Sermão para o nascimento de João Baptista

De Lisboa para Fortaleza, Brasil!

Etiquetas

,

Após 5 dias orientando um retiro para as Clarissas de Lisboa, agora sigo para o nosso querido Brasil. Viajo hoje às 15h de Lisboa e chego pelas 19h30 em Fortaleza, seguindo para Teresina e amanhã bem cedo para Bacabal para a reunião com todos os Párocos e Vigários da nossa Província !

Gratidão a Deus por este tempo de peregrinação e pela oração e amizade dos irmãos que acompanharam com a oração.

Paz e Bem, Fr Bernardo!

Encontrão Vocacional! Paz e Bem!

Etiquetas

, , ,

Vocações Franciscanas

Paz e Bem a todos os Jovens do Encontrão Vocacional 2015, que se realiza em Bacabal/MA. De Assis, cidade santa de São Francisco, envio um abraço e a nossa oração! Que seja um encontro muito abençoado e a nossa gratidão a todos os Benfeitores das Vocações que nos ajudam com suas orações e apoio na realização deste encontro.

Paz e Bem a todos!

Fr Bernardo, do Capítulo Geral OFM 2015, Assis, Itália!

Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração

Etiquetas

, ,

«Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração»

O primeiro e o maior mandamento é este: «Amarás o Senhor teu Deus». Mas a nossa natureza é fraca; e o nosso primeiro degrau no amor é amarmo-nos a nós próprios, antes de mais por causa de nós próprios. […] Para nos impedir de resvalar por este declive, Deus deu-nos o preceito de amar o nosso próximo como a nós a mesmos. […] Ora, constatamos que isso não é possível sem Deus, sem reconhecermos que tudo vem dele e que sem Ele nada podemos. Neste segundo degrau, o homem volta-se para Deus, mas ainda O ama apenas por causa de si mesmo e não por Ele. […]

Mas é preciso ter um coração de mármore ou de bronze para não sermos tocado pelo auxílio que Deus nos dá quando nos voltamos para Ele nas provações. Nas provações, é impossível não saborear como Ele é bom (Sl 33,9). E depressa começamos a amá-Lo mais por causa da doçura que nele encontramos do que por causa do nosso interesse. […] Quando estamos nessa situação, não temos dificuldade em amar o nosso próximo como a nós mesmos. […] Amamos os outros como somos amados, como Jesus Cristo nos amou. É esse o amor daquele que diz com o salmista: «Louvai o Senhor porque Ele é bom» (Sl 117,1). Louvar o Senhor, não porque Ele é bom para nós, mas simplesmente porque Ele é bom, amar a Deus por Deus e não por nós próprios, é o terceiro degrau do amor.

Felizes os que puderam subir até ao quarto degrau do amor: amar-se a si mesmos só com o amor de Deus. […] Quando saberá a minha alma, voltada para o amor de Deus, esquecida de si própria, não se julgando mais do que um vaso quebrado, lançar-se para Deus para se perder nele e ser um mesmo espírito com Ele? (1Cor 6,17). Quando poderá dizer de si: «A minha carne e o meu coração desfalecem, mas o Senhor é para sempre a rocha do meu coração e a minha herança» (Sl 72,26)? Santos e felizes os que puderam experimentar qualquer coisa de semelhante durante esta vida mortal, mesmo que raramente, mesmo que uma única vez. Esta não é uma felicidade humana, é viver já no céu.

Fonte: São Bernardo (1091-1153), monge cisterciense, doutor da Igreja. Tratado do amor de Deus

Encontro com o Papa Francisco!

Etiquetas

, ,

Encontro com o Papa Francisco

Carinhosamente o Papa Francisco acolheu a cada Ministro Provincial, ao todo 127, de todos os recantos deste mundo! Um abraço, um olhar de ternura e misericórdia, de paz e envio missionário! Disse a ele:” O Povo Brasileiro o Ama muito!”. Ele como que respondesse:” Leve este abraço a cada irmão, Deus vos ama muito!”

Um momento muito especial e único em nossas vidas! Paz e Bem!

Clique e confira: 

Mensagem do Papa Francisco aos Frades Menores! 

Álbum com as fotos da Visita! 

Peregrinção ao Monte Alverne!

Etiquetas

, ,

Peregrinação à Montanha sagrada da Espiritualidade e da Mística Franciscana!

Clique na imagem para uma visita virtual! 

Monte Alverne

Neste Domingo vamos em peregrinação ao Santo Monte Alverne! Será um momento de grande significado para todos que estão participando do Capítulo Geral, momento de oração e contemplação, de pedir a graça de sermos fiéis à nossa missão hoje, junto aos mais sofridos, aos que estão chagados e sofredores, participar das Chagas de Cristo em cada irmão(â), ser um instrumento de sua misericórdia e de seu Amor.

Algumas informações sobre o Monte Alverne:

O Santuário do Monte Alverne (Santuario della Verna) é um local de peregrinação católica, pertencente à Ordem Franciscana, localizado no Monte Alverne, a pouca distância de Chiusi della Verna, na província de Arezzo, na Itália.

O Santuário foi erguido no sítio onde segundo a tradição São Francisco de Assis recebeu os estigmas, em 17 de setembro de 1224. Está situado no flanco norte do Monte Alverne (ou Monte Penna, como é conhecido em italiano), a 1.128 m de altitude, e compreende um complexo de capelas, ermidas, hospedaria, convento e uma basílica, sendo de grande importância para a devoção católica e um dos mais importantes centros franciscanos. Continuar a ler

Novidade em nosso Blog! Nosso Mural Franciscano!

Etiquetas

,

Mural Franciscano com as novidades ao longo do Caminho!

Clique na imagem e visite o nosso Mural Franciscano no Twitter!

Twitter Franciscano

A todos os amig@s de nosso Site do Peregrino Franciscano!

Temos uma novidade em nosso espaço franciscano!

Estamos reativando o nosso Twitter Franciscano para nos ajudar nas atualizações e notícias ao longo da caminhada. A motivação nasce do contexto do nosso Capítulo Geral nestes dias aqui em Assis, com tantas informações e intuições para a nossa caminhada!

Nós já temos o serviço de e-mail para os assinantes ( se você deseja é só se inscrever na lateral do Site) e temos também a nossa página no FaceBook. Mas surge uma nova demanda de informações, curtas e informais, mas de relevante importância e próprias de quem se encontra em peregrinação.

A intuição é informar, partilhar, comunicar em pequenas notas, postagens simples, fermentando pensamentos, inspirações, pequenas noticias etc. Mantemos, assim, o serviço de e-mail com as “postagens oficiais”, com sua rotina de envios, sendo poucos na semana, evitando muitos e-mail em sua caixa eletrônica; já a pagina no Face, sabemos que nem todos gostam ou desejam se inscrever nesta rede social. O Twitter vai ajudar a ter um acesso direto ao essencial de um modo acessível a todos com as principais atualizações.

A página do Twitter se encontra na lateral do Site sempre disponível a quem desejar saber sobre as atualizações, noticias da peregrinação. É só visitar o site peregrinofranciscano.com e conferir o Twitter ( clique em uma das noticias e a página completa se abre com todos os Twiters).

Assim vamos aprendendo ao londo da caminhada!

Que TAL a novidade? Visite nosso Mural Franciscano no Twitter!

Paz e Bem a todos!

Mensagem do Papa Francisco aos Frades Menores!

Etiquetas

, , ,

DSC04004

DISCURSO DO PAPA FRANCISCO AOS PARTICIPANTES DO CAPÍTULO GERAL DA ORDEM DOS FRADES MENORES

Sala Clementina, Vaticano

Terça-feira, 26 de maio de 2015

Caros Frades Menores,

Sejam bem-vindos! Agradeço ao Ministro Geral, Frei Michael Perry, por suas cordiais palavras e desejo a ele todo bem na missão para a qual foi confirmado. Estendo meus cumprimentos a toda a Ordem, especialmente aos irmãos enfermos e idosos, que são a memória da Ordem e a presença de Cristo Crucificado na Ordem.

Nestes dias de reflexão e oração, vocês têm se deixado guiar em particular por dois elementos essenciais da sua identidade: a minoridade e a fraternidade.

E eu pedi um conselho a dois amigos franciscanos, jovens, da Argentina: “Devo dizer algo sobre a minoridade, deem-me um conselho”. Um deles me respondeu: “Deus me conceda a minoridade cada dia.” O outro me falou: “É isto que procuro fazer todos os dias”. Esta é a definição de minoridade que estes dois amigos, jovens franciscanos da minha terra, me deram.

A minoridade convida a ser e a sentir-se pequenos diante de Deus, confiando-se totalmente à sua infinita misericórdia. A perspectiva da misericórdia é incompreensível para aqueles que não se reconhecem “menores”, isto é, pequenos, necessitados e pecadores diante de Deus. Quanto mais somos conscientes disto, mais próximos estamos da salvação; quanto mais somos convencidos de sermos pecadores, tantos mais estamos dispostos a sermos salvos. Assim acontece no Evangelho: as pessoas que se reconhecem pobres diante de Jesus alcançam a salvação; quem, ao contrário, acredita que não tenha necessidade, não recebe a salvação, não porque ela não lhe seja oferecida, mas porque não a acolhe. Minoridade também significa também sair de si mesmo, dos próprios esquemas e visões pessoais; significa ir além das estruturas – que também são úteis se usadas sabiamente -, ir além dos hábitos e das seguranças, para testemunhar uma concreta aproximação dos pobres, dos necessitados, dos marginalizados, em uma autêntica atitude de partilha e serviço. Continuar a ler

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 869 outros seguidores