Seja Ele o teu Amor

Em destaque

Etiquetas

, ,

Meu Amigo Peregrino

icone-da-amizade 11

“Põe em Deus tua confiança; seja Ele o teu Amor e temor; responderá por ti e fará o que melhor te convier. Não tens aqui morada permanente e onde quer que estejas serás estrangeiro e peregrino; e, se não estiveres, intimamente, unido a Cristo, em lugar algum encontrarás repouso”.

Imitação de Cristo, Livro II, Cap. I, pág. 92 ( Edição Paulinas )

Paz e Bem!

A evangelização requer a familiaridade com a Palavra de Deus

Etiquetas

,

A Sagrada Escritura é fonte da evangelização. Por isso, é preciso formar-se continuamente na escuta da Palavra.

Toda a evangelização está fundada sobre esta Palavra escutada, meditada, vivida, celebrada e testemunhada. A Sagrada Escritura é fonte da evangelização. Por isso, é preciso formar-se continuamente na escuta da Palavra. A Igreja não evangeliza, se não se deixa continuamente evangelizar. É indispensável que a Palavra de Deus «se torne cada vez mais o coração de toda a atividade eclesial» [Bento XVI]. A Palavra de Deus ouvida e celebrada, sobretudo na Eucaristia, alimenta e reforça interiormente os cristãos e torna-os capazes de um autêntico testemunho evangélico na vida diária. Superámos já a velha contraposição entre Palavra e Sacramento: a Palavra proclamada, viva e eficaz, prepara a recepção do Sacramento e, no Sacramento, essa Palavra alcança a sua máxima eficácia.

O estudo da Sagrada Escritura deve ser uma porta aberta para todos os crentes. É fundamental que a Palavra revelada fecunde radicalmente a catequese e todos os esforços para transmitir a fé. A evangelização requer a familiaridade com a Palavra de Deus e isto exige que as dioceses, paróquias e todos os grupos católicos proponham um estudo sério e perseverante da Bíblia e promovam igualmente a sua leitura orante pessoal e comunitária. Nós não procuramos Deus tacteando, nem precisamos de esperar que Ele nos dirija a palavra, porque realmente «Deus falou, já não é o grande desconhecido, mas mostrou-Se a Si mesmo» [Bento XVI]. Acolhamos o tesouro sublime da Palavra revelada!

Paz e Bem!

Fonte: Papa Francisco, Exortação apostólica Evangelii Gaudium / A Alegria do Evangelho §§ 174-175

O Segredo de Francisco de Assis

Etiquetas

,

image

Cara leitora, caro leitor,

Apresentamos o segundo livro de ZenitBooks: “Apaixonado por Cristo”, do padre RanieroCantalamessa.

Voltando às raízes do tema, caro ao Papa, de um retorno simples e radical ao Evangelho, propomos um livro sobre São Francisco de Assis.

O livro oferece um conjunto de meditações que o pe.RanieroCantalamessa, Pregador da Casa Pontifícia, pregou durante o tempo do Advento de 2013.

As meditações são sobre a vida, as obras e a mensagem evangélica do pobrezinho de Assis, com o propósito de explicar o que ainda tem a dizer à Igreja de hoje o famoso santo que viveu no início do século XIII.

Você pode solicitar uma cópia agora: https://www.createspace.com/4862969

Com a compra do livro você também contribui para a realização do trabalho de ZENIT.

Muito obrigado! E boa leitura!

Alberto Ramírez
CEO
ZENIT
direction@zenit.org

O auxílio divino está sempre ao alcance daqueles que o pedem do fundo do coração

Etiquetas

,

presenca_franciscanismo_filosofia_portuguesa

“BEM-AVENTURADO o homem, ó Senhor, que de ti recebe ajuda. Ele dispôs no seu coração os degraus para se elevar deste vale de lágrimas até o lugar onde está o termo de seus desejos” (Sl 83,6s). A felicidade não é senão o gozo do Sumo Bem. O Sumo Bem está acima de nós. Ninguém, por conseguinte, pode ser feliz senão elevando-se acima de si mesmo, não com o corpo, mas com o coração. Mas, para elevarmo-nos acima de nós mesmos, temos necessidade de uma virtude superior. Quaisquer que forem as nossas disposições interiores, para nada servem se a graça não nos ajudar. Ora, o auxílio divino está sempre ao alcance daqueles que o pedem do fundo do coração com humildade e devoção. Quer dizer, é dado somente aos que, suspirando, voltam-se para Deus neste “vale de lágrimas” com ardente oração. A oração é, pois, o princípio e fonte de nossa elevação a Deus. Com efeito, Dionísio, em seu livro acerca da Teologia Mística, querendo nos instruir sobre os arrebatamentos da alma, começa primeiro com uma oração. Roguemos, portanto, e digamos ao Senhor nosso Deus: “Conduze-nos, ó Senhor, na tua via e eu caminharei na tua verdade. Que o meu coração se regozije no temor de teu nome”.

(São Boaventura, Itinerário da mente para Deus, I, 1).

Para falar ao Coração !

Etiquetas

, ,

 

“Para falar ao vento bastam palavras, para falar ao coração são necessárias obras.”

(Pe. Antônio Vieira, 1608-1697)

 

Paz e Bem!

FALECIMENTO DE FREI VICENTE CARDONE – OFM

Etiquetas

,

COMUNICADO: FALECIMENTO DE FREI VICENTE CARDONE  – OFM

Floriano-PI, 12 de julho de 2014

A Fundação Missionária Franciscana Nossa Senhora das Graças, de Floriano PI, comunica a todos os fiéis, confrades, sacerdotes, amigos e conhecidos, meios de comunicação, e em especial ao povo de Floriano, que o tão estimado FREI VICENTE CARDONE (Pio Nazzareno) recebeu a “visita da irmã morte” nesta manhã, 12 de julho de 2014, às 08h30, na UTI do Hospital da UNIMED, em Teresina PI, aos 88 anos de idade.

No último dia 02 de julho, Festa de Nossa Senhora das Graças, Frei Vicente esteve participando da Santa Missa e mostrou-se firme na voz e alegre por participar deste novenário, trazida por ele mesmo, e seus companheiros, quando em 1968 desembarcou em terras florianenses. Mas, na madrugada do dia 03 de julho, em casa, ele caiu e fraturou a perna esquerda, sendo hospitalizado e no mesmo dia encaminhado a Teresina, para maiores cuidados. Internado no hospital da UNIMED, passou por uma cirurgia no último sábado, dia 05 de julho, e ficou na UTI para melhor recuperação até na terça-feira desta semana. No dia seguinte, porém, por conta de complicações nos rins, intestino e pulmões, foi novamente internado na UTI. A equipe médica aguardava alguma reação do organismo, principalmente dos rins, para que nos fosse dada alguma esperança de recuperação. Ontem sexta-feira, às 16h, ele recebeu o Sacramento da Unção dos Enfermos, das mãos de Frei Bernardo Brandão, Ministro provincial dos Frades Menores do MA e PI, e nesta madrugada entrou em coma por conta de falência múltipla dos órgãos, vindo a óbito nesta manhã, às 08h30.

A chegada do corpo de Frei Vicente a Floriano está prevista para às 16h, deste sábado, e será velado na Igreja de Nossa Senhora das Graças, bairro Ibiapaba. O sepultamento deverá acontecer amanhã (domingo, 13 de julho), por volta das 17h, na Igreja de São Pio, bairro Guia.

A Prefeitura Municipal de Floriano, por meio do Exmo. Sr Prefeito Gilberto Júnior, decretou luto oficial por três dias no munícipio, a partir da data de hoje.

Agradecemos a solidariedade e o afeto de todos os que nestes últimos dias estiveram rezando pela sua saúde. Somos gratos a todas as pessoas amigas que ao longo destes 46 anos acompanharam e apoiaram o trabalho desenvolvido por Frei Vicente, seja no campo da evangelização ou da promoção humana. As nossas preces de conforto à família Cardone, de Pietrelcina (Itália), e aos nossos confrades franciscanos de Benevento (Itália), que distantes fisicamente unem-se a nós neste momento de saudade: que se sintam consolados pela certeza da ressurreição dos justos.  Que o nosso irmão Frei Vicente Cardone, pela misericórdia divina, descanse em paz.

Fraternalmente.

Frei Erivelton Pereira de Passos, ofm

Delegado Provincial

FUNDAÇÃO MISSIONÁRIA FRANCISCANA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS

Rua Coelho Rodrigues, 513, Ibiapaba, Caixa Postal 60

Fone (89) 3522-1380, FAX (89) 3521-1254

ofm_floriano@yahoo.com.br

64.800-000 FLORIANO – PIAUÍ (BRASIL)

Feliz Aniversário!

Etiquetas

, ,

Aniversário de nossos irmãos

Hoje celebramos os 65 anos de sacerdócio de Fr Vicente Cardone, missionário Italiano da Província de Benevento. Fr Vicente mora em Floriano/PI, mas hoje se encontra em Teresina se recuperando de uma cirurgia e vamos visitá-lo para agradecer a Deus pelo seu SIM generoso como missionário Franciscano.

Hoje também temos aniversário de Fr Ronaldo César, 30 anos, estudante de nossa Província que se prepara para os Votos Solenes no próximo ano em nossa Ordem dos Frades Menores.

E neste fim de semana festa grande:

               Sábado dia 12:  Fr Adolfo Temme, Eremitério, Teresina/PI. Vamos celebrar na nossa casa de Retiros, nosso Eremitério.

                Domingo dia 13 : Fr Heriberto Rembecki, 75 anos, Bacabal/MA. A celebração do seu aniversário será na Igreja de São Francisco às 19h, dia do jogo final da copa do Mundo.

Deus seja louvado pela vida e missão de nossos irmãos e nossa gratidão pelo sim generoso à vontade de nosso Senhor e a todo o povo de Deus.

Fr Bernardo, Paz e Bem! Boas Festas !

Aniversário de Fr Heriberto Rembecki, viva Brasil e Alemanha

Etiquetas

, ,

Fr Heriberto

Hoje teremos uma festa grande em nosso Convento de Bacabal: Clássico Brasil e Alemanha. O coração vai bater forte!

E no dia do jogo final da Copa do Mundo próximo dia 13 de Julho teremos também uma grande festa para comemorar:

Nosso querido Fr Heriberto completa 75 anos de idade e convidamos todos para a santa missa na Igreja de São Francisco das Chagas, Bacabal/MA, dia 13, Domingo, às 20h, horário especial devido ao jogo final da copa do mundo.

Parabéns Fr Heriberto: 50 anos de Missões Franciscanas no MA/PI e 75 anos de vida. Uma festa muito especial para todos nós.

Venha e participe conosco!

Paz e Bem!

Nosso irmão serviu a Deus com grande humildade

Etiquetas

,

Fr Afonso

“Louvado sejas, meu Senhor,
Por nossa irmã a Morte corporal,
Da qual homem algum pode escapar.
Ai dos que morrerem em pecado mortal!
Felizes os que ela achar
Conformes á tua santíssima vontade,…
Porque a morte segunda não lhes fará mal!
Louvai e bendizei a meu Senhor,
E dai-lhe graças,
E servi-o com grande humildade”
(São Francisco de Assis – Cântico das Criaturas)

Na noite de ontem a Irmã Morte veio visitar um confrade de nossa Fraternidade Franciscana de Recife: frei Afonso Schomaker, 77 anos, nosso ex-Ministro Provincial. No vídeo abaixo, ele conta sua história e dá o testemunho de uma vida marcada pelo ardor missionário e pelo serviço aos irmãos: http://www.youtube.com/watch?v=PPdUEI2AaRY

Nossos sentimentos a todos os confrades da Provincia de Santo Antonio do Brasil! Paz e Bem!

Fr Bernardo, Ministro Provincial de Nossa Senhora da Assunção, MA/PI

Não atravesses as mais longínquas regiões: procura em teu coração

Etiquetas

, ,

Sacrifício para Deus, um espírito contrito

            Reconheço o meu pecado, diz Davi. Se eu o reconheço, perdoa-me, Senhor! Mesmo procurando viver bem, de modo algum tenhamos a presunção de ser sem pecado. Que demos valor à vida em que se pede perdão. Os homens sem esperança, quanto menos atentam para os próprios pecados, com tanto maior curiosidade espreitam os alheios. Procuram não o que corrigir, mas o que morder. Não podendo escusar-se, estão prontos a acusar. Não foi este o exemplo de rogar e de satisfazer a Deus que Davi nos deu, dizendo: Porque reconheço meu crime e meu pecado está sempre diante de mim. Davi não estava atento aos pecados alheios. Caía em si, não se desculpava, mas em si mesmo penetrava e descia cada vez mais profundamente. Não se poupava, e por isso podia confiadamente pedir para si o perdão.

            Queres reconciliar-te com Deus? Repara como procedes contigo, para que Deus te seja propício. Presta atenção ao salmo, onde lemos: Porque se quisesses um sacrifício, eu o faria certamente; não te causam prazer os holocaustos. Então ficarás sem sacrifício para oferecer? Nada oferecerás? Com nenhuma oblação tornarás Deus propício? Que disseste? Se quisesses um sacrifício, eu o faria certamente; não te causam prazer os holocaustos. Continua, escuta e dize: Sacrifício para Deus é o espírito contrito; o coração contrito e humilhado Deus não o despreza. Rejeitado aquilo que oferecias, encontraste o que oferecer. Como os antepassados, oferecias vítimas de animais, ditos sacrifícios: Se quisesses um sacrifício, eu o faria certamente. Não queres mais este gênero de sacrifícios, no entanto, procuras um sacrifício.

            Não te causam prazer os holocaustos. Se não tens prazer com os holocaustos, ficarás sem sacrifício? De modo algum. Sacrifício para Deus é o espírito contrito; o coração contrito e humilhado Deus não o despreza. Tens o que oferecer. Não examines o rebanho, não aprestes navios e não atravesses as mais longínquas regiões em busca de perfumes. Procura em teu coração aquilo de que Deus gosta. O coração deve ser esmagado. Por que temes que o esmagado pereça? Lê-se aqui: Cria em mim, ó Deus, um coração puro. Para que seja criado o coração puro, esmague-se o impuro.

            Sintamos aborrecimento por nós mesmos quando pecamos, porque os pecados aborrecem a Deus. Já que não estamos sem pecado, ao menos nisto sejamos semelhantes a Deus: o que lhe desagrada, desagrade também a nós. Em parte tu te unes à vontade de Deus, por te desagradar em ti aquilo mesmo que odeia aquele que te fez.

Paz  e Bem !

Fonte: Dos Sermões de Santo Agostinho, bispo,Serm. 19,2-3:CCL41,252-254, (Séc.V). Leitura deste 14 Domingo do Tempo Comum

Ele se conformou com a humildade da nossa natureza

Etiquetas

, ,

«Escondeste estas verdades aos sábios e inteligentes e as revelaste aos pequeninos»

O facto de que Deus, que é todo-poderoso, ter sido capaz de Se abaixar até à humildade da condição humana é uma prova maior do seu poder do que o aparato e o carácter sobrenatural dos milagres. Na verdade, quando o poder divino realiza uma acção de grandeza sublime, isso é, de alguma forma, consistente e adequado à natureza de Deus. […] Em contrapartida, que Deus tenha descido até à nosso baixeza é, de alguma forma, a expressão de um poder superabundante, que não é de modo algum limitado pelo que é contrário à sua natureza. […]

Nem a extensão dos céus, nem o brilho das estrelas, nem a ordem do universo, nem a harmonia das coisas criadas revelam tão bem o magnífico poder de Deus como a sua indulgência, que O leva a abaixar-Se até à fraqueza da nossa natureza. […] A bondade, a sabedoria, a justiça e o poder de Deus revelam-se nos seus desígnios a nosso favor: a bondade na vontade de «salvar o que estava perdido» (Lucas 19,10); a sabedoria e a justiça, na sua forma de nos salvar; o poder, no facto de que Cristo «Se tornou semelhante aos homens» (Fil 2,7-8) e Se conformou com a humildade da nossa natureza.

Paz e Bem !

Fonte: São Gregório de Nissa (c. 335-395), monge, bispo, Discurso Catequético, 23-26; SC 453

Depende apenas de nós não nos opormos à acção de Deus

Etiquetas

,

«Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores.»

Ó Deus, único na Santíssima Trindade, quero amar-Vos como nenhuma alma Vos adorou. E, embora seja por demais miserável e pequenina, lancei bem fundo a âncora da minha confiança no abismo da Vossa misericórdia, ó meu Deus e Criador! Apesar da minha extrema miséria, nada receio, mas tenho esperança de Vos cantar eternamente o hino de louvor de glória.

Que nenhuma alma, por mais miserável que seja, caia em dúvida: enquanto viver, qualquer uma pode atingir uma grande santidade, tão grande é o poder da graça divina. Depende apenas de nós não nos opormos à acção de Deus.

Fonte: Santa Faustina Kowalska (1905-1938), religiosa, Diário, § 283

Todos os dias beber da fonte das Escrituras

Etiquetas

,

«Desposar-te-ei em fidelidade e tu conhecerás o Senhor» (Os 2,22)

«Ela [Rebeca] desceu à fonte e encheu o cântaro», diz-nos a Escritura (Gn 24,16). Todos os dias Rebeca vinha à fonte e tirava água. E, como todos os dias passava algum tempo junto do poço, o servo de Abraão pôde encontrá-la e dá-la em casamento a Isaac. Talvez penses que se trata de um conto ou de uma bela história posta na Escritura pelo Espírito Santo; mas não, trata-se verdadeiramente de um ensinamento espiritual, de uma instrução que se dirige à tua alma para a ensinar a vir todos os dias à fonte das Escrituras, às águas do Espírito Santo, tirar água sem se cansar para levar o seu cântaro bem cheio. Era assim que Santa Rebeca fazia; de outro modo não se teria casado com o grande patriarca Isaac. […]

Ora, tudo o que a Escritura contém é simbólico: também Cristo quer desposar-te. É a ti que Ele Se dirige através das promessas dos profetas, quando diz: «Desposar-te-ei para sempre; desposar-te-ei conforme a justiça e o direito, com amor e misericórdia. Desposar-te-ei em fidelidade e tu conhecerás o Senhor» (Os 2,21ss). Portanto, querendo ser teu noivo, Cristo envia-te um servo — a palavra inspirada. Não podes desposar Cristo sem a teres recebido. […] Só aqueles que sabem tirar água em abundância das profundezas do poço […], os que têm uma alma que tudo faz com paciência, que está inteiramente disponível, que se aplica em ir ao mais fundo para retirar a água do conhecimento, só esses podem conhecer o noivado com Cristo.

Fonte:Orígenes(c.185-253),presbítero,teólogo,Homilias sobre o Génesis,nº10, 2

Papa Francisco: “A bandeira dos pobres é cristã”

Etiquetas

, ,

169591607FO015_Pope_Francis

Confira a íntegra da entrevista que o Papa Francisco concedeu recentemente ao jornal italiano Il Messagero, publicada no domingo 29 de junho, festa dos Apóstolos Pedro e Paulo. Na oportunidade, o Santo Padre falou da realidade de Roma, do comunismo, do papel da mulher na Igreja, da corrupção e da política.
E então, a na partida Itália x Uruguai. Santo Padre, para quem torcia?

Papa – Eu, para nenhum, na verdade. Prometi à presidenta do Brasil (Dilma Rousseff), que seria neutro.

Começamos por Roma?

Papa – Você sabia que eu não conheço Roma? Veja só, eu vi a Capela Sistina pela primeira vez quando participei do Conclave que elegeu Bento XVI (2005). Nem sequer estive nos Museus. O fato é que quando era Cardeal não vinha muito frequentemente. Conheço Santa Maria Maior porque ia sempre. E depois São Lorenzo Extra Muros, onde ia para as confirmações quando estava Dom Giacomo Tantardini. Obviamente conheço Piazza Navona porque sempre me alojei na Via della Scrofa, ali ao lado”.

Há um pouco de romano no Bergoglio argentino?

Papa – Pouco e nada. Eu sou mais do Piamonte, essas são as raízes de minha família de origem. Ainda estou começando a me sentir romano. Tenho a intenção de ir visitar o território, as paróquias. Estou descobrindo pouco a pouco esta cidade. É uma metrópole muito formosa, única, com os problemas das grandes metrópoles. Uma pequena cidade possui a estrutura quase inequívoca, uma metrópole, por outro lado, compreende sete ou oito cidades imaginárias, superpostas juntas, em vários níveis. Também em níveis culturais.

Penso, por exemplo, nas tribos urbanas juvenis. Ocorre o mesmo em todas as cidades. Em novembro faremos em Barcelona um congresso dedicado precisamente à pastoral das metrópoles. Na Argentina promoveu-se intercâmbios com o México. Descobriram muitas culturas cruzadas, mas nem tanto devido às migrações, mas porque se tratavam de territórios culturais transversais, feitos de pertences próprios. Cidades dentre de uma cidade. A Igreja deve saber responder a este fenômeno.

Por que S.S. desde o começo quis sublinhar tanto as funções de Bispo de Roma?

O primeiro serviço de Francisco foi este: ser o Bispo de Roma. Todos os títulos do Papa, Pastor universal, Vigário de Cristo, etecetera, são dados ao Papa precisamente porque é Bispo de Roma. É a eleição primitiva. As consequências do Primado do Pedro. Se amanhã o Papa quisesse ser o Bispo de Tivoli, certamente me removeriam.

Continuar a ler

A primeira reitora de uma Pontifícia Universidade

Etiquetas

,

Reitora do Antonianun

Franciscana Mary Melone foi escolhida pelo Vaticano para liderar o Antonianum ( Universidade Franciscana da OFM em Roma).

Foi a primeira professora na Faculdade de Teologia da Pontifícia Universidade Antonianum, Atheneum dos Franciscanos; foi a primeira que assumiu o cargo de reitora, o equivalente ao título de presidente, e agora, na era Jorge Mario Bergoglio, é a primeira mulher a se tornar reitora da Pontifícia Universidade na Cidade Eterna. Franciscana Mary Melone, especialista em San Antonio de Padua, foi escolhida para liderar o Athenaeum pela Congregação para a Educação Católica, sob a orientação do Cardeal Zenon Grocholewski, durante o triênio 2014-2017.

Mary (Maria Domingas) Melone nasceu em La Spezia em 1964, depois de terminar o colegial, entrou na Congregação das Angelinas freiras franciscanas, onde profissão temporária em 1986 e de vida em 1991. Em 1992, ele ganhou um diploma de bacharel em pedagogia na Libera Università Maria Santissima Assunta, com sua tese de “Encarnação e intersubjetividade em Gabriel Marcel.” Então, ele tomou-se o estudo da teologia no Antonianum, onde estudou 1983-1987, onde obteve seu doutorado com uma tese sobre “O Espírito Santo no” De Trinitate “Riccardo di San Vittore”, publicado em 2001. De 2002-2008, ela foi presidente do Instituto Superior de Ciências Religiosas “Redemptor hominis”; em 2011 foi eleito (por uma escola masculina) Dean de Teologia. Ela é presidente da Sociedade Italiana para Theological Research (Sirt). Além de vários artigos e publicados em revistas e coletivos volumes (“Antonianum”, “Doctor Seraphicus”, “Freiburger Zeitschrift für Philosophie und Theologie”, “Itália francescana”, “Quaderni di francescana spiritualità” ensaios “, Ricerche teologiche”, “Studi francescani “,” Theotokos “), abordou as questões, para a publicação dos Paulistas, volumes Riccardo di San Vittore (” A preparação da alma à contemplação: Benjamin menor “) e San Antonio de Pádua (“Andar na Luz: sermões selecionados para o ano litúrgico”). “A comunidade acadêmica quer que a nova Reitora, Professora Mary Melone um trabalho proficuo para a Pontifícia Universidade Antonianum”, diz uma nota encontrada no Athenaeum Estrada Merulana. “E ela continua a agradecer ao professor Marin Carbajo Núñez para o compromisso generoso como reitor.”

Fonte: La Stampa, Jornal Italiano

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 361 outros seguidores